quinta-feira, 19 de abril de 2012

Apresentação



Este é o post de abertura do blog, eu sou Fernando, e pretendo criar um  espaço tanto para a divulgação quanto a reunião de pessoas com Misofonia.

97 comentários:

  1. Para já sou anónimo do sexo Masculino tenho 33 anos. Mail: 01612@iol.pt
    Senhor Fernando Augusto gostava de lhe perguntar se você próprio tem misofonia ou apenas está interessado pelo tema?
    A alimentação e respiração a mim incomoda-me muito tanto a ver como a ouvir, embora só pessoas mais chegadas me façam diferença, depois existe outras do tipo cães a ladrar, assobios e galos a cantar estas duas últimas sem dúvida que são as piores para mim.Em relação aos assobios é mesmo qualquer pessoa.
    Uns dias são piores que outros, mas normalmente é muito mau.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também odeio ossobios mas também os assobioadores. É um inferno.

      Excluir
    2. Aff graças a Deus que não sou so eu , fico de um modo...Enfurecida sei q me faz muito mal, tento tapar os ouvidos, a unica coisa que não tenho é paz quando escuto esses mal educados , que além do barulho do mundo ainda contruibuem p aumentar dem necessidade nenhuma! Como se os outros fosse obrigados a gostar da poluição sonora deles.Acho um absurdo

      Excluir
    3. Preciso me tratar, tenho essa doença!!!

      Excluir
  2. Oi, Fernando.

    Eu tenho esse problema. Tbm quero saber se vc sofre com isso. Agora, tenho que elogiar muito a sua ideia de reunir pessoas que sofrem com os sintomas da misofonia. Não é nem um pouco fácil, e a minha ira está piorando cada vez mais. Hoje eu quase arranquei as minhas próprias orelhas de raiva (e nem iria adiantar, os ouvidos continuariam atentos). Isso pra ver o quanto é irracional, involuntário e violento, e que pode vir a ser muito grave a qualquer momento. E como o primeiro comentário, isso só acontece com as pessoas de convívio.

    Mas mesmo, mostrando artigos, pedindo pra respeitar, as pessoas que deveriam ser as primeiras a tentar compreender, muito pelo contrário, forçam cenas pra poder nos irar ainda mais. E já vão dando palpites equivocados. Enfim, é uma tortura.

    Ira, tortura e pensamentos altamennte violentos contra o receptor. É como entrar no inferno em pouco tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou com isso a muito tempo,nao sei + pra onde correr meu pai é o pior ele alem de mastigar com boca aberta bater no prato igual um martelo quando come,ainda fica o dia todo batendo em bicicletas velhas que ele tem,isso parece o iferno estou enlouquecendo nao sei+oque fazer os barulhos aumentaram,parece que meus ouvidos procuram eles mesmo eu estando com fone de ouvido o dia inteiro com muscas altas,isso é horrivel a raiva é tanta que vc quer matar ou se matar meu deus aonde isso vai terminar

      Excluir
    2. uashuashuashsahu meu deus! coitado de você! isso é tragicômico. me identifico. Meu pai assobia, anda arrastando o pé, mastiga, bebe chupando os liquidos, cantarola, bate tudo o tempo todo, a porta da sala, da geladeira, a gaveta do armario, do banheiro.!!!! AHHHHHHHHHHHHH

      Excluir
  3. Realmente as pessoas que convivem conosco não entendem já cheguei a chorar de raiva só pq e irmão ficava batucando em uma mesa, ou barulhos da mastigação, pernas balançando, parece que vou ficar louca, isso atrapalha muito minha vida..

    ResponderExcluir
  4. vão deixando o vosso mail :)para poder-mos criar um grupo mais activo. Rui Rosa 01612@iol.pt

    ResponderExcluir
  5. Também sofro com esse problema,mas não acontece só com pessoas próximas.Acontece em qualquer lugar. O que acontece é que como disse a Stela up°,as pessoas que deveriam nos compreender,são as primeiras a forçar determinada situação para nos perturbar ainda mais.Para mim é uma tortura ouvir o tic-tac do relógio,uma torneira a gotejar,o latido incessante de um cachorro,uma tosse constante,um tamborilar de dedos,um pé que bate insistentemente no chão,alguém mastigando com a boca aberta...enfim qualquer som repetitivo.É uma verdadeira tortura,chego a ter ânsia de vômito e minha cabeça parece que vai explodir...quando dá uso fones de ouvido,tapo e aperto o ouvido até doer ou saio de perto do barulho que incomoda

    ResponderExcluir
  6. Caro Fernando
    Apos uma pesquisa encontrei este blog.
    Tenho o mesmo problema de irritaçao com mastigaçao, respiraçao e movimentos repetidos(basicamente c familia). Parece estupidez visto de fora, mas estou a ver que nao sou unico com estes problemas.
    Se alguem conhecer uma boa terapia, agradeço email:youmail[1arroba]iol[1ponto]pt

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Primeiramente, parabéns pela iniciativa, Fernando! Tenho 15 anos e sofro com a misofonia já há um bom tempo, e acho importante termos um espaço para interagir com pessoas que nos entendam. Que possamos divulgar o blog para que mais portadores possam se expressar. O que me irrita é o barulho de respiração e mastigação, mas ao contrário de vocês, eu não disse a ninguém, até porque se assim fizesse, tirariam sarro e não acreditariam.

    ResponderExcluir
  9. Ave, pessoal! Minha misofonia é em relação principalmente a barulhos vindos de fora do local onde estou no momento, seja minha casa, igreja, local de trabalho. Também tenho aversão a tic tacs de relógio e a ruídos mesmo baixinhos na hora de dormir. Uso protetores auriculares tipo tipo tampões de espuma conhecidos como "cenourinhas", tamto para dormir como para suportar a música dos vizinhos, ainda que esteja em um volume aceitável para os outros. Em casa, coloco fones e ouço meus blues em um volume ensurdecedor, sem problema; mas se o vizinho ligar o sonzinho de m. dele... hááá, aí bombardeio o diabinho com armamentos mentais tão poderosos como os da Enterprise. Esta é minha vida. Agradeço ao criador por ter me dado suficiente humildade para usar os tampões e aceitar na boa minha condição. Cheguei á conclusão, talvez errada, de que meu problema tem origem pessoal, ou seja: tenho mágoa da humanidade, desconto nas pessoas minhas frustrações com a vida, por achar que não recebi da família e da sociedade o que me era devido, principalmente amor. No momento, estou exercitando minha tolerância aos outros, tentando pensar que são apenas normais e que o anormal sou eu. As vezes funciona, as vezes não, mas vou trilhar este caminho e ver onde vai dar. Boa sorte a todos. Tenho 45 anos

    ResponderExcluir
  10. Olá Fernando, parabéns pela iniciativa do blog. Tenho 19 anos, me chamo Amanda e sofro com esse problema desde criança, mas só hoje, descobri que isso tem nome e que não sou a única. Mastigação, respiração alta, tosses consecutivas, tic-tac do relógio, torneira pingando (eu chego as torneiras da casa antes de dormir) e até mesmo uma torneira muito aberta, que faz um barulho terrível, pessoas balançando a perna, baços ou seja o que for, são as piores. Em casa parece realmente ser pior, quando estou no quarto e consigo ouvir a televisão da sala (mesmo numa altura aceitável para a maioria das pessoas) eu fico extramente irritada, parece que meus ouvidos vão explodir, isso já gerou muitas brigas com os meus familiares. O problema é que essa "doença" (não sei se assim posso chamar) não é muito divulgada, então diversas vezes fui tachada de "fresca", chata... Gostaria de saber se tem alguma cura para isso.

    ResponderExcluir
  11. Apenas hj depois mais de 20 anos descobri o nome de meu problema, fico me perguntado como e por que eu sou assim, e pior esta cada vez mais complicado a convivência com as pessoas. Começou em casa com o meu pai fazendo barulho com a garganta e com os roncos de meu irmão, pra me ajudar a dormir ligava os fones de ouvido muito alto pois se não passava as noites em claros e com muita raiva, chegava a bater em minha cabeça pra ver se parava a raiva pois não queria sentir ódio de meu pai, e por fim perdi ate um pouco de audição, fiz um quarto fora de casa e melhorou minhas noites mas a convivência não. Hj com trinta anos ja procurei ajuda medica mas nada uma simples carga baixa de celular me faz perder o sono, clientes chupando nariz é morte e companheira de trabalho marretando teclado me faz ter vontade de estourar meus timpanos minhas mãos chega a ficar molhada e raiva muita raiva, penso porque teclar dessa forma não precisa quebrar o teclado.Essas são só algumas delas que me assombra, só queria me curar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, sinto exatamente isso!

      Infelizmente ficamos com muita raiva da pessoa que está fazendo o barulho

      Excluir
  12. Olá, tenho 30 anos desde de criança sofro com alguns barulhos e conforma os anos foram passando foi piorando como: pessoas assoviando pra mim é morte tenho vontade de bater na pessoa,quando fica fazendo batuques com a mão na mesa ou caneta, pessoas que quando acabam de comer fica limpando os dentes e fazendo um barulho horrivel tenho vontade de gritar com pessoa, são varios barulhos que me irritam, já teve momentos que dei tapas na minha cabeça e outras bati a cabeça na parde, tem momentos que choro, queria um cura para isso.

    ResponderExcluir
  13. vishh, gente respirando, gente comendo, gente se mexendo, gente falando, gente piscando... tudo me incomoda, sempre achei que era normal de mim, pensei que eu era chato mesmo hahahah...

    ResponderExcluir
  14. Olá, tenho 22 anos e não me lembro ao certo quando foi que os barulhos repetitivos, pessoas comendo ou com alguma forma de respirar diferente vem me atingindo violentamente. Pois quando algo desse tipo acontece, eu acabo saindo de mim, e quando é alguem intimo meu, que esta fazendo o 'barulho' eu ate peço para que a pessoa pare (meus pais e irmão sofrem muito comigo) mais quando eu não tenho certa intimidade me da vontade de sair de perto, e/ou ate mesmo de chorar. Sofro muito com isso, pois sei que os barulhos existem e eu não posso controlar o jeito das pessoas comerem ou respirar. O problema é tão serio de minha parte, que cerca de uma semana eu estava na mesa com meus pais em uma refeição e pedi para que meu irmao mastigasse com mais calma, e meu pai imediatamente olhou para minha mãe e disse que eu devia ter alguma coisa muito grave, porque antes ele achava que era implicancia,e brigava muito comigo, dizendo que eu era muito fresca e que fosse comer em outro lugar se estivesse tão incomodada, (isso doia muito em im, pq eu realmente me sentia mal escutando ele mastigar) mais que ele percebeu que eu sou assim a muito tempo e ele realmente estava preocupado. Tive vontade de chorar, pq eu sei como isso me aflinge a fundo, e eu nao queria sentir oq eu sinto. Outro fato que aconteceu, foi eu despertar as 4 horas da manha pelo motivo de uma torneira de banheiro estar semi aberta e pingando (barulho repetitivo) e do meu quarto dormindo eu escutei e acordei. Não é gracejo , só quem sente sabe o quanto incomoda! Queria muito fazer qualquer tipo de tratamento que me ajude a lidar com esse, acredito eu, toque. Porque esse problema não atinge só a mim, mais tambem as pessoas que eu amo, pois não deve ser facil conviver com uma pessoa que não suporta barulinhos do cotidiano normal de qualquer pessoa! Se alguem souber de alguma solução, me falem porfavor! Ahh, estou muito feliz em saber que não sou sozinha nesse universo, meus parabéns do fundo da minha alma ao dono do blog, pois só de desabafar me sinto aliviada! MUITO ORIGADA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Barulho repetitivo! isso! No solo el sonido de masticar si no tambien todos los sonidos que se repiten, hasta las musicas que suenan siempre igual me molestan.

      Excluir
  15. Meu Deus,sempre achei que era só eu que se incomodava tanto com determinados sons!
    Me chamo Adriana e sofro demais por ficar extremamente irritada com os sons de mastigação,respiração nariz escorrendo e a pessoa fungando...Mas nunca soube q era uma doença,sempre me senti muito mal por reagir á esses sons com tanta irritação.
    Meu email
    danda.menezess@gmail.com

    ResponderExcluir
  16. Sempre soube que tinha algo de errado comigo, mas não sabia que isso era doença achava que era síndrome do panico, as minhas aversões são com som de (cachorro latindo,criança chorrando,barulho de obra, os piores são serra mármore, serra circular, gente acelerando carro moto etc, musica alta de vizinho, minha esposa mastigando e teclando teclado do pc, e assim igual aos depoimentos dos demais colegas) Gente tenho 36 anos e o mais contraditório que eu acho esquisito nisto tudo e que se eu fizer estes barulhos ou tipo estiver fora de casa não me incomodo com estas coisas assim: Se eu pegar uma serra mármore e cortar pisos com ela não me incomodo.
    Sei como se sentem quando somos atacados com esses ruídos. Eu mesmo me da uma agonia misturada com raiva e fico inquieto nem consigo fazer as coisas pois esqueço de tudo tipo um lapso de memoria, a concentração vai embora e tipo me da uma coisa estranha por dentro o coração fica acelerado, começo a suar muito me dá uns arrepios parecem que vem la do fundo do sistema nervoso central e fico com ódio da pessoa responsável pelo barulho. Gente me da raiva de ter isso!
    lfbs21@live.com
    Lucio

    ResponderExcluir
  17. Hoje descobri o nome da minha neurose! MISOFONIA- Nem sabia que era uma patologia especifica, pensava q era neurose pura e simples, ( se neurose puder ser simples,rsrs) o pior pra mim é a mastigação, se tiver associado aos movimentos, é a morte. Tenho 51 anos e passei a vida sendo chamada de fresca, chata e me sentindo assim mesmo. Qualquer barulho repetitivo, tamborilar dedos, respiração, tosse intermitente, a tal batida do funk, ou ate o arrocha, (gênero baiano de musica, monótono e continuo , o som de alguém bocejando sem parar, me da desespero... Isso tem remédio??? Meu email: Iaralalin@hotmail.com

    ResponderExcluir
  18. Olá meu nome é Ana e eu sempre fico muito nervosa quando escuto a respiração do meu irmão. Eu ainda não sabia da existência desta doença..Gostaria de saber se é necessário ir ao médico e se há tratamento para essa doença.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acabei de descobrir hoje 24/08/2014 vendo o "Fantástico" a reportagem sobre essa doença, misofonia. O que me chamou atenção foi o fato de ter sido casada com alguém que tinha todos esses sintomas descritos por todos no blog, o que contribuiu em muito para a minha separação, pois ao longo dos 13 anos em que estive casada, o comportamento do meu marido foi se deteriorando. Lendo os depoimentos, pude constatar o quanto meu marido me odiava, sem ao menos entender que todos os sintomas que ele tinha nada mais era a misofonia. Há tratamento segundo a reportagem, com terapia e sessões com um aparelho, uma espécie de monitor onde a pessoa tenta focar nas imagens que vê, e tentar se abster dos sons externos. A terapeuta fica ao lado dela para no caso de ela perder o foco. Infelizmente não foi dito maiores detalhes, pois a doença é praticamente desconhecida. Procurei na web e encontrei uma universidade na Holanda que estuda a doença, infelizmente o site está no idioma holandês, mas de qualquer forma vou tentar pesquisar em outros idiomas, e assim que for possível, irei acrescentar o que descobrir.

      Excluir
  19. Olá, meu nome é Tamires e tenho 22 anos. Desde que me conheço por gente tenho misofonia... só não sabia que existia um nome para tal coisa. Me lembro de ficar extremamente irritada as vezes até irada, desde meus 7 a 8 anos, quando meu pai espirrava e tossia ( ele tem sinusite, rinite e é alergico a varias coisas.) Esse foi um dos primeiros ruidos que eu percebi que me irritava profundamente e pra mim chega a ser insuportavel ouvir alguem espirrando. Os barulhos de alguem mastigando, passando a lingua nos dentes ( gente velha sempre faz isso), passando o talher no prato, respiração e aquele barulho que faz quando a pessoa limpa a garganta tbm me irritam muitooooo... e eu sei que isso me atrapalha muito e por varias vezes fui tachada como chata, nojenta e enjoada. Ninquem entende... muito bom ver ue existem outras pessoas como eu. obrigada pelas informações

    ResponderExcluir
  20. Boa tarde a todos!
    Espero que estejam bem!
    Sou pai de uma adolescente de 15 anos que tem diagnóstico clinicamente confirmado para Dislexia. Tem miopia severa em ambas as vistas (OE=8.0 E OD=2.5), ainda não foi alfabetizada, já teve uma pequena convulsão e após EEG, foi recomendado pelo médico (Neuropediatra) que ela passasse a fazer uso de Trileptal 300 mg. E de uns anos pra cá ( +/- uns 6 anos) ela reclama e chega até a gritar quando eu emito um simples som de um pigarro. A situação é muito complicada, pois a mãe dela tem diagnóstico confirmado clinicamente para Epilepsia Lobo Temporal (desde os 8 anos de idade), com vários fatores agravantes, pois não foi tratada adequadamente quando morava com os pais. E desde 2005 somou-se à essa Patologia a Síndrome do Pânico (também confirmado o diagnóstico). Eu gostaria de saber, se possível, onde e como encontrar tratamento eficaz para esse distúrbio (Misofonia) que acomete a minha filha, pois já fiz de tudo o possível, mais ainda não consegui nenhum resultado. E a mãe dela também demonstra irritabilidade e agressividade para com sons "mínimos". Percebo muito bem que tudo isso que a minha filha apresenta pode ter fundo genético (da mãe dela).
    Muito obrigado!

    ResponderExcluir
  21. Acho que tenho isso, pois quando pessoas limpam dente, tossem, espirram, mastigam fazendo barulho me irrita e muito, ate evito de almoçar perto, saio fico meio longe para não me irritar, isso é MUITO ruim, queria saber se tem tratamento. Ah e tenho TOC (transtorno obcessivo compulsivo) que vem com a síndrome de tourette, tenho 16 anos. :(

    ResponderExcluir
  22. Qual o tratamento mais eficaz atualmente? preciso me curar, eu não aguento mais...

    ResponderExcluir
  23. Qual o tratamento mais eficaz atualmente? preciso me curar meu Deus, eu não aguento mais!

    ResponderExcluir
  24. entao eu sofro de mais com qualquer ruido q seja fora do extremo isso pode me gerar enormes desconfortos :( :(

    ResponderExcluir
  25. Chato é quem faz esses barulhos nojentos e não nós, moçada sofredora !!!!!

    ResponderExcluir
  26. Misofônicos anônimos, uní-vos!

    ResponderExcluir
  27. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  28. OMG! Como é difícil lidar com esta situação! O som está presente o tempo todo em nossas vidas. Sou professora e quase piro qdo um aluno está resfriado, basta um espirro p acabar com a minha aula porque sei que vai começar a sinfonia, em dia de prova então...
    Quero sumir qdo alguém fica clicando a caneta, mexendo no estojo, batucando, girando caderno, mascando chiclete, comendo perto de mim ou batendo o talher no prato, respirando , balançando a perna, batendo o pé, bola batendo no chão, tic tac de relógio, seta de carro, som do teclado do celular, etc, etc, etc...
    Procuro ficar sozinha, as pessoas não entendem porque não aceito convites para ir a lugar nenhum e me isolo sempre que é possível. Minha família já se acostumou com minhas “neuras”, é assim que eu chamava até descobrir o nome correto, perto das outras pessoas, procuro disfarçar, mas é tenso, é horrível, é uma tortura. Será que existe tratamento?

    ResponderExcluir
  29. GENTE!
    PENSEI QUE ESTIVESSE SOZINHA!
    Como tratar isso?
    A cada ano que passa fico mais irritada e acabo evitando certas situações. Me sinto muito mal com isso!
    Meu email j_liviero@hotmail.com.
    OBRIGADA POR EXISTIREM!

    ResponderExcluir
  30. Gente, vi que o Wilson citou que usa protetores auriculares, tipo cenourinhas de espuma. Eu uso também, são da Nexcare, me ajudam muito na hora de dormir. Não acordo mais com qualquer barulho e a respiração do meu marido não incomoda mais. Pro dia-a-dia só mesmo muito auto controle e tentar ser o mais racional possível, mas é muito difícil. Pra quem se interessa, é só digitar no google: protetor auricular nexcare, compro em farmácia, é bem barato, cerca de 3 reais 2 pares.

    ResponderExcluir
  31. Obrigada pela indicação da espuma. Vou providenciar e ver se ajuda um pouco.

    ResponderExcluir
  32. Descobri o nome dessa doença hoje com mais de 20 anos, porém tenho isso desde criança. O tempo só piorou a situação e atualmente sinto isso com quase todo mundo. Bocejos, tosses, espirros, fungadas de nariz, assobios, mastigação, respiração, enfim todos esses sons e mais alguns outros me deixam totalmente louco.
    Tenho inclusive reflexos físicos, sinto como se uma "energia" nojenta e insuportável grudasse em mim, tenho que tirá-la raspando com as unhas, ou com os dentes ou até mesmo jogando água.

    ResponderExcluir
  33. Boa noite, gente!
    Acabei de ver uma matéria no Fantástico (24/08) e me identifiquei plenamente com essa síndrome chamada Misofonia. Eu também tenho minhas irritações e as mais perturbadoras, que me tiram realmente do sério, são: choro de criança, ruído na mastigação e gente falando no telefone ao meu lado. Até agora não tive coragem de me desabafar, pois achava que essa intolerância era um problema pessoal, que não encontraria eco na sociedade. Para conviver com o problema eu uso uma dose extra de paciência, procuro sair de perto das pessoas que me incomodam mas, quando não é possível, engulo em seco, respiro fundo e tento me abstrair. Mas confesso, nem sempre dá certo.

    ResponderExcluir
  34. Assistii a reportagem do FANTASTICO e descobri o meu problema. Estou com 54anos e sofro com isso desde criança. A irritaçao era principalmente com meu pai, as tosses, pigarros, coçar do nariz, passar a mão nos cabelos. Tambem dormia com fone ouvido ligado ou TV. Quando ouvia suas tosses ou pigarros meu coração disparava, suava frio sentia ODIO dele. Hoje ainda sofro com pessoas chupando dentes, palitando os dentes com boca aberta, chupando nariz, comendo com a boca aberta, fazendo barulho para comer, comendo torresmo.. Minha forma e SEMPRE se afastar das pessoas para nao magoa-las, mais infelizmente sao de minha familia. E muito dificil, como lidar com essa doença.

    ResponderExcluir
  35. Estou extremamente emocionada e chorando bastante depois de ver a reportagem no fantástico e ler estes depoimentos. Sofro muito com tudo isso relatado e geralmente a família não entende e diz que você é fresco ou louco. Não suporto barulho de obra, tv ligada em outro local da casa, batuques, tic tac de relógios, saltos altos no andar de cima, torneira pingando, seta de carro, tosses intermináveis. Fico louco, tenho vontade de voar pra cima da pessoas que ta emitindo os sons. Sofro demais com isso tudo, mas só de hoje pode desabafar aqui, me trouxe um alívio. Percebi que mais pessoas assim como eu sofrem o mesmo.

    ResponderExcluir
  36. e quanto ao tratamento??? alguem sabe onde podemos buscar pelo tratamento da misofonia ??

    ResponderExcluir
  37. Eu odeio gente que come fazendo aquele barulho que so porco sabe fazer, fechem a boca pelo amor de DEUS, eu nao aguento mascacao de chiclete com bocao aberto, eu tenho odio de quem faz barulho com a boca comendo coisa que faz croc croc croc, ai ai eu achava que era louca mas acabo de ver que nao estou sozinha neste caso ufa que alivio me acha neurastenica e gaga kkk.

    ResponderExcluir
  38. Perdi a conta de quanto tempo fiquei em tratamentos psicoterápicos e tomando antidepressivos para tratar da minha intolerância a pequenos barulhos que quase ninguém presta atenção. Fiz exames auditivos e tudo normal. Gastei uma pequena fortuna colocando isolamento acústico em meu apartamento e ainda assim tenho dificuldade quando algum som consegue passar. Fico pesquisando por onde o som entra para tentar fechar as pequenas frestas, eu pareço um louco. Comecei com isso faz quase trinta anos, e só hoje descobri o nome!

    ResponderExcluir
  39. Vocês deveriam praticar meditação que seria uma alta concentração para evitar os barulhos externos ou quem sabe musicoterapia, escutar um som que relaxe para evitar os barulhos externos estressantes.

    ResponderExcluir
  40. Que médico devo procurar para diagnóstico e/ou tratamento???

    ResponderExcluir
  41. Eu tenho muito problema com sons...Minha audiçao é muito apurada, consigo ouvir se ficou algum radio ligado em casa da minha garagem, ouço ruídos a toda hora...O problema que estou enfrentando agora é no trabalho. Tenho uma colega que não se toca e mastiga biscoito a tarde toda, além de fungar o nariz (o que já percebi ser um cacoete)...Peguei uma birra dela que não dou nem mais oi. Trabalho com fones de ouvido....Já expliquei para minha chefe que ou faço isso ou dou um soco nessa colega.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vivo essa mesma situação de escritorio. comida e fungado. Também trabalho com fone pois desde o primeiro ruído já me incomoda... Atualmente estou procurando ajuda médica. Caso resolva ou amenize o problema, eu posto.

      Excluir
  42. Olá pessoa, tudo bem com vocês? Sou estudante de Psicologia e estamos fazendo uma pesquisa sobre a misofonia. Estamos buscando pessoas que sofrem com esta síndrome, para que possamos enriquecer a pesquisa, além de poder conhecer mais de perto.
    Quem tiver interesse, e puder. entra em contato comigo através do e-mail:
    helly.cedraz@hotmail.com.br

    grata desde já!

    ResponderExcluir
  43. Sofro de Misofonia desde criança, e meus parentes zombam de mim. Minha VÓ CHUPANDO LARANJA? PUTA QUE PARIU DA PRA OUVIR LÁ DA ESQUINA, da vontade de esmagar a cara dela no chão.
    A hora do almoço é um martírio pra mim, da vontade de matar todo mundo ou se matar, o que não dá é ficar escutando aquele som infernal. Fim de semana, família toda reunida, hora do almoço? Já vem aquela tristeza... eu juro que não é culpa minha. Mas eu consegui um trabalho e agora eu almoço fora de casa! Cara eu tô muito feliz! E nos fim-de-semana vou almoçar fora de casa, não por sacanagem mas pra me livrar deste inferno! Pensei que só eu tinha essa praga!

    ResponderExcluir
  44. OLA,MEU NOME E ROZANGELA,HJ NAO SUPORTEI MAIS TANTO SOFRIMENTO E RESOLVI BUSCAR NA INTERNET QUAL O NOME DESTA DOENCA E QUE MERDA DE SOFRIMENTO E ESSE,NAO ESTOU SUPORTANTO MAIS,O QUE ACONTECE E QUE EU LEMBRE ERA QUANDO TINHA UNS 10 ANOS NAO ME LEMBRO EXATAMENTE NAO SUPORTAVA MINHA MAE ROER AS UNHAS E FAZIA UM RUIDO QUE ME ENLOUQUECIA,MAIS OU NAO ENTENDIA O QUE ERA AQUILO E QUANDO TODOS SE REUNIAO PRA VER TV OU SABIA QUE ELA IRIA VER AS NOVELAS ROENDO AS UNHAS E SO DE IMAGINAR VINHA A IRA E EU NAO IA,COM O PASSAR DOS ANOS ME CASEI PELA PRIMEIRA VEZ COM 21 ANOS E MEU MARIDO UMA PESSOA MARAVILHOSA MAS COM OS ANOS FUI PERCEBENDO A TENTENCIA DELE AO ALCOOLISMO,ENTAO QUANDO ELE COMECA A BEBER EU JA ME TRANSFORMAVA,SABE O BARULHO DE ABRIR UMA LATINHA DE CERVEJA? EU TINHA VONTADE DE MATA-LO,UMA IRA ENLOUQUECEDORA,DEPOIS QUANDO ACABAVA A CERVEJA E COMECA A BEBER WISK E SABER O BARULHO DAS PEDRINHAS DE GELO PARECIA A MORTE E FINALMENTE QUANDO ELE DECIDIA DORMIR O RONCO ENLOQUECEDOR E DEPOIS FOI AUMENTANDO ELE ESFREGAVA OS PES NA CAMA VINHA A IRA,ELE ESFREGAVA AS MAOS NOS JOELHOS PARECIA QUE IA ME MATAR DE TANTO DESESPERO POR NAO SUPORTAR OS SONS DAQUELES MOVIMENTO,E COMECARAM AS BRIGAS E ELE ME CHAMAVA DE LOUCA E COMECEI A PENSAR QUE ESTAVA LOUCA,E AINDA QUANDO BEBIA QUASE FREGUENTE AS MUSICAS EU ABAIXA O SOM ELE AUMENTAVA EU VIVI UM INFERNO,JA CHEGUEI A SAIR ESCONDIDA PELOS FUNDOS E DESLIGAR A ENERGIA,NAO TINHA PAZ,DEPOIS DE 10 ANOS DE CASADA NOS SEPARAMOS,EU ESTAVA COM 31 ANOS,PASSADOS UNS MESES REENCONTREI UM ANTIGO NAMORADO E LOGO NOS CASAMOS NO INICIO TUDO BEM,PASSEI 5 ANOS NO PARAISO E AI COMECARAM TODOS OS SITOMAS DE NOVO,EU TENTEI LUTAR CONTRA ISSO NOS OUTROA CINCO ANOS,FORCEI A BARRA,MAS OS SINTOMAS SEMPRE VIAM COM MAIS INTENSIDADE,JA NAO SABIA O QUE FAZER COMO ATE HJ NAO SEI O QUE FAZER,POR COMECAR UM TRATAMENTO,NEM SEI SE TEM UM TRATAMENTO E ESTOU SEPARADA DE NOVO,HJ ESTOU VIVENDO COM MINHA IRMA DIVIDIMOS UM QUARTO,NAO CONSIGO COMER NADA PERTO DELA O SOM DELA COMENDO ME ENLOUQUECE,E RAIVA,IRA,VONTADE DE MATAR,ELA TEM MANIA DE SUSSURAR JA MANDEI ELA CALAR A BOCA EU FICO CEGA,QUANDO VEJO VEJO JA FALEI,JA MAGOEI,MEU CORPO TODO EXTREMESSE DE RAIVA,SAO MTOS SENTIMENTOS JUNTOS,NAO SEI O QUE FAZER,ESTOU CADA DIA MAIS ISOLADA,SINTO FADIGA,CANSACO,DESANIMO,IMPOTENCIA,SOFRO,CHORO MTOOOOO,MAS QUANDO VEM OS SINTOMAS NAO ME CONTROLO E UMA COISA DSTRUIDORA QUANDO VEJO JA EXPLODI,DEPOIS VEM A CULPA,VEM A SOLIDAO,POR FAVOR PRECISO DE AJUDA URGENTE.

    ResponderExcluir
  45. Olá pessoal. Sempre tive isso mas q achava era implicância. O que ajuda na hora de dormir é fazer um mp3 com ruido rosa. Esse som limpa muitos dos sons ambientes... E gastar um pouco com janela antiruído.

    ResponderExcluir
  46. Precisamos de cura, realmente sao todos esses ruidos e gestos que me tira do sério, ja chorei várias vezes, ja bati c a cabeça na parede, e me recordo que tdo começou qdo ainda criança uns 10 a 11 anos c roer de unhas do meu pai, chupar dentes, pássaros cantando e grilos.. e de uns 6 anos pra cá tem piorado e muito!
    Nao suporto meu filho assobiando, minha enteada andando pq bate o calcanhar no chao, e esses varios que ja citaram a cima
    pelo amor de Deus preciso de ajuda pq ate pensar em me matar eu ja pensei so que nao vou senao nem chego ao céu. .parece piada mais não é desesperador
    pedi hj a minha qie me internem pq estou prejudicando a muitos e, acabo me machucando tb emocionalmente e tem sido difícil esses últimos dias um inferno eu diria
    algm cria um grupo de zap e-mail para podermos falar mais sobre o assunto 81 97405216

    ResponderExcluir
  47. Precisamos de cura, realmente sao todos esses ruidos e gestos que me tira do sério, ja chorei várias vezes, ja bati c a cabeça na parede, e me recordo que tdo começou qdo ainda criança uns 10 a 11 anos c roer de unhas do meu pai, chupar dentes, pássaros cantando e grilos.. e de uns 6 anos pra cá tem piorado e muito!
    Nao suporto meu filho assobiando, minha enteada andando pq bate o calcanhar no chao, e esses varios que ja citaram a cima
    pelo amor de Deus preciso de ajuda pq ate pensar em me matar eu ja pensei so que nao vou senao nem chego ao céu. .parece piada mais não é desesperador
    pedi hj a minha qie me internem pq estou prejudicando a muitos e, acabo me machucando tb emocionalmente e tem sido difícil esses últimos dias um inferno eu diria
    algm cria um grupo de zap e-mail para podermos falar mais sobre o assunto 81 97405216

    ResponderExcluir
  48. Galera sei nem o que dizer. Quando descobri que o nome do meu problema era misofonia eu comecei a pular de alegria pois agora alguem ia acreditar em mim e vi q nao era só eu q tinha isso no mundo.
    Não desejo isso pra ninguem é uma constante tortura psicológica e fisica pois estou perdendo a audição por ouvir musica o dia inteiro dentro de casa e ficar tapando os ouvidos quando um desses barulhos irritantes acontecem. Hj mesmo meu pai bocejou perto de mim eu comecei a chorar descontroladamente, ja fui em psicólogo bem dizer ele disse q isso era "frescura". :/
    Só quem passa por isso sabe...
    Mas se Deus quiser vai haver um tratamento pra isso. Poderiam fazer um grupo no whats mesmo ne. Meu numero é 43 98207636

    ResponderExcluir
  49. Indico Florais de Bach para o tratamento dos misofonicos. A Misofonia pode ser tratada de forma segura e natural com a ingestão das essências florais. Não tem contra indicação , nem efeitos colaterais. É um tratamento seguro e natural.
    Por Terapeuta Viviani Farah do Instituto Vick´s
    www.vivianifarah.com.br
    dietadosflorais@uol.com.br

    ResponderExcluir
  50. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  51. Bom dia,
    Minha filha tem 18 anos e no caso dela o ruído que incomoda é o ronco de outra pessoa.
    Ela entra em desespero, grita, tem vontade de sair correndo. Acaba acordando a pessoa. Diz que sente uma angústia muito grande.
    Que tipo de tratamento devo procurar?

    ResponderExcluir
  52. Eu descobri HOJE que o que eu sinto tem nome. O que desperta minha ira são cães latindo. E hoje em dia as casas quase tem mais cães do que pessoas, então estou no INFERNO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu odeio assobios. Mas tem mais caes que gente assobiando mesmo. Tem uns tapa ouvido que podem ser comprados em farmácia (para natação) e em lojas de EPI (equipamento de proteção individual) de segurança do trabalho. São pequenos, de silicone que se encaixam no ouvido. Não use direto. Use nos momentos mais críticos. Algumas pessoas ligam o ventilador, ar condicionado, poe música. Fones de música acho que prejudicam, melhor não usar sempre. Eu uso da Pomp <>

      Excluir
    2. http://www.epibrasil.com.br/protetor-auditivo-pomp-plus-de-espuma-moldavel-com-cordao-de-algodao-ca-5745.html

      Excluir
  53. Honestamente, às vezes eu gostaria de ser surdo tamanho meu incômodo com certos ruídos. O pior deles tem sido a TV do vizinho. Irrita a ponto de tirar minha concentração e ter que mudar de cômodo. Assobios, rádio fora de sintonia, barulho de carros, alarmes, cantorias de toda e qualquer espécie também têm me tirado do sério. Misofonia pode ser um transtorno, não resta dúvidas, porém penso que nosso dia-a-dia poderia ser mais silencioso e menos desgastante para todos.

    ResponderExcluir
  54. Nossa! Até hoje achava que eu era "fresca" por que simplesmente me irrita muito mas muito mesmo pessoas que fazem barulho pra comer ou beber, quem fica respirando fundo toda hora também. Já neguei inúmeras vezes cia de colegas no almoço pelo simples fato de nao suportar o "barulho" dos menos educados. Já deixei várias vezes de comer pra nao ter que dividir a mesa. Saber que ão é mania, frescura ou implicância é muito bom. Devo estar no ultimo grau dessa doença.

    ResponderExcluir
  55. O principal motivo de ter saído da casa dos meus pais era a tortura da hora das refeições, o que muita gente adora pra mim era extremamente insuportável, eu tinha vontade de morrer a ter que comer ao lado deles com todos os barulhos de mastigações, nossa me da uma irritação só de lembrar.. e infelizmente nao tenho vontade de ir a almoços de familia, a irritação das mastigações supera qualquer saudade ou vontade de integração.. prefiro comer sozinha mesmo... antes só do que ouvindo mastigadas e estralos de dentes rssss só de lembrar já passo mal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :O olha... isso é sinistro! Passo a mesma situação! Aqui em casa eu nao tomo café, almoço ou janto com meus familiares pq tbm n suporto e depois de almoçar eles chupam os dentes aushauhssauh Q praga! Me dá um odio mortal

      Excluir
  56. N sei se tenho isso, mas me irrito demais com barulhos pequenos e contínuos...Meu pai tem mania de sentar ni sofá e ficar cutucando a unha do pé com a unha da mão e aquele tic tic tic me estressa tanto, mais tanto...quando as pessoas roncam, pra mim n tem problema nenhum mas quando o ronco é contínuo parece q nunca tem fim, parece q nunca acaba, eu n aguento...outra coisa que me irrita muito é quando estou em casa e meu irmão deixa a janela do quarto dele aberta e fecha a porta, por conta do vento a porta começa a ficar batendo, sem parar, meu deus da vontafe de socar !!!! A ultima coisa que eu me lembro agr é o meu cachorro que por ser macho tem mania de ficar lambendo sua parte genital. .. e aquele barulho me irrita profundamente !!! Sera q tenho essa misofonia ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece que tem sim. Precisa ver o grau, que vai até 11.

      Excluir
    2. """A ultima coisa que eu me lembro agr é o meu cachorro que por ser macho tem mania de ficar lambendo sua parte genital."" uashuashuash DEsculpa! eu tbm tenho misofonia desde criança. Mas agora lendo esses relatos estou achando ilário!

      Excluir
  57. Gente estou lendo os comentarios de vcs, queria saber se meu caso pode ser considerado como misofonia, eu nao suporto alguns ruidos igual a vcs, porem para mim os piores sao os mosquitos, eu fico louca, isso me causa muita irritação a ponto de ficar procurando todos e mata-los. As pessoas mais proximas dizem q sou doida.

    ResponderExcluir
  58. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  59. Oi! Parece que sim, misofônica. Acontece que existem vários níveis (acho que são 11

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho q estou com os 11.
      Socorro.
      Eatou quase.me separando.
      Tv alta... tv em.doia co.odos diferentes que n falam juntas... radio alto... parede vibrando c som alto do viInho... mastigacao... chupar dente... apertar caneta.... balancar perna... cantarolar... JESUS... MEU FIM SERA NUMA MONTANHA

      Excluir
  60. Olá estava pesquisando mas não sabia que era uma doença.Minha namorada não consegue dormi do meu lado por causa da minha respiração.Me sinto mal pois queria dormi junto a ela.Isso tem cura ou tratamentos?

    ResponderExcluir
  61. Sons altos,chupar alguma coisa com barulho,grito,ranger porta,passaros,gritos,repetirem a mesma coisa,etc

    ResponderExcluir
  62. Sons altos,chupar alguma coisa com barulho,grito,ranger porta,passaros,gritos,repetirem a mesma coisa,etc

    ResponderExcluir
  63. Desde criança sofro com alguns barulhos específicos. Não suporto ficar perto de alguém mastigando, ainda que de boca fechada (mas emitindo algum som). Para mim este é o pior barulho do mundo. Mas, como o tempo, percebi que outros barulhos também me irritam, parece que vou surtar. Não consigo frequentar cinemas, porque ouço o barulho das latinhas abrindo, papel desembrulhando e o maldito barulho de alguém comendo. Onde trabalho, as pessoas estalam os dedos o tempo todo, o dia inteiro. É extremamente irritante, qualquer dia tenho medo de reagir de forma impensada. Enquanto escrevia este comentário, a pessoa ao meu lado estalou 4 vezes aquela mão, a raiva é tanta que desejo que quebre. Sinto muita raiva!!! Que tipo de médico se procura para tratar isso? Tem tratamento? Pelo amor de Deus, não aguento mais!!!!

    ResponderExcluir
  64. Uma vez comprei um cursinho online e não conseguia assistir às aulas porque o professor tinha o costume de falar e engolir a saliva fazendo barulho, chupando os dentes. Eu não consegui ver mais... perdi o valor investido, só de lembrar me causa ódio!

    ResponderExcluir
  65. Eu tenho desespero com torneira pingando, chuveiro, porta rangendo, tic tac do relógio, ronco, latidos, talheres, pratos, panelas, ai que desespero

    ResponderExcluir
  66. Oi! sou RJ. gostaría de saber se existe tratamento para a tal Misofonia? as vezes até eu mesma me acho chata e intolerante. Ex. Se alguém fica do meu lado balançando a perna e ou fazendo qualquer barulhinho repetitivo me irrita, não consigo prestar atenção em mais nada a não ser no barulho ou movimento. Não consigo me concentrar em nada. O barulho do Tic Tac do relógio também é um exemplo ou uma goteira.

    ResponderExcluir
  67. Não suporto barulho de grilo! Incomoda muito, posso estar no sono que for, se um grilo cantar, aquilo começa a incomodar como se eu ouvisse bem longe, depois é como se estivesse dentro da cabeça!

    ResponderExcluir
  68. Minha filha de 9 anos tem misofonia, e muito preocupante fico triste em não poder ajuda-lá ela muitas vzs se isola das pessoas das amiguinhas da escola pois qualquer barulho chega irritar tanto que ela fica muito nervosa.

    ResponderExcluir
  69. Gente, pelo amor de Deus, alguém já achou uma cura ou melhora para isso?? Eu já não estou aguentando mais!! Estou ficando depressiva, não consigo nem sair do quarto mais. Estou cansada de magoar as pessoas que eu gosto, de maltrata-las pq não consigo controlar a minha raiva quando fazem algo que me irrita. Minha irmã tem rinite e só vive fungando o nariz, me sobe um ódio dela, vontade de avançar no pescoço, cada fungada vai la na minha alma e volta. Meu pai come se balançando na cadeira, fazendo um barulho irritante, parece que ta com um bicho na bunda, come batendo os talheres no prato, mistura a comida toooda, mistura e amassa a comida igual sem-terra, me dá um ódioooo, minha mãe parece uma esfomeada, come correndo uma garfada a cada 1segundo e ainda quer falar com a boca cheia, da pra ver tudo dentro dela e ela bebendo algo é a pior coisa do mundo, no final ela estala a boca, parece que tem a boca murcha ou nao tem dentes na boca, sei la, mas estalada me da um nervoso muito grande.
    Fora esses problemas relacionados à alimentação, meu pai tem uma mania de esfregar o dedo rápido no nariz, faz um barulho de meleca, parece que sujou o dedo todo e depois ainda quer me colocar a mão, tenho muuuito nojo, o barulhinho que faz me da muito nojo, doi minha alma. Eles tomam banho e assoam o nariz embaixo do chuveiro, eu escuto aquilo a milhas de distância, me irrita profundamente. Minha mãe fica chupando o dente, da odio e tem a mania de esfregar o nariz também, não suporto mais ficar perto dela. O pai da minha filha fica balançando a perna igual doido, da vontade de arrancar a perna dele fora e tb tem a mania de misturar a comida toda no prato, minha filha ainda nem nasceu e tive que me separar, pq já não aguentava mais ficar perto dele e ele ficava com raiva quando eu pedia pra ele parar de se balançar, só que ele se balança muito mesmo, eu ja nao conseguia mais suportar. Eu odeio sair na rua, pegar onibus, trem, pq sempre tem gente fungando o nariz, gente mastigando, gente me irritando. Tudo me irrita!!! Eu ja nao consigo mais sentar à mesa com ninguém, já não consigo mais olhar pra cara do
    meu pai, pq ele faz tuuuudo que me irrita. Eu to cansada de viver assim. É impossível viver assim. Não aguento mais ��

    ResponderExcluir
  70. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  71. Descobri que tenho isso a pouco tempo,não sabia o que era,as pessoas me chamam de 'chata' que é besteira minha,fico puta quando falam isso,isso é uma doença,que deve ser tratada. Aqueles pingos da torneira na pia me incomoda muito,tais como: ver e ouvir uma pessoa mastigando ou mascando chiclete,tanto de boca aberta ou fechada,incomoda,pessoas conversando,clique de caneta,ao latir de um animal,pessoas fazendo sons ao andar,sons de jogos,o "pluff" quando envia a mensagem no Whats,palmas,pintos piando,bater de pratos, estralar de dedos,alguém fungando,barulho da Tv ou rádio sem foco.E isso piora quando estamos na TPM....e muitos outros que dá raiva lembrar...isso é insuportável,fico tremendo de raiva,e tenho que sair..presumo que meu grau seja o '2°'...
    Você se irritam também se tiver alguém na cama com você,e essa pessoa não para de se mexer,fica batendo o pé na cama,ou as pernas inquietas,vira de um lado ou de outro direto? Ou até mesmo quando está no sofá fazendo a mesma coisa? Tem relação a essa doença? Minha audição e olfato são muito apurados também,ouço coisas que na maioria das vezes ninguém consegue ouvir,e sentir cheiros fracos e distinguir a fonte onde ninguém às vezes consegue? Faz parte dessa doença será?

    ResponderExcluir
  72. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  73. boa noite!
    gostaria de saber o que me leva a sentir irritação qdo alguem esta comendo e sem querer raspa com a colher o prato esse barrulho e irrita e as vezes me deixa com raiva.
    preciso saber o ´pq e se isso é uma doença e como tratar

    ResponderExcluir
  74. Eu tambem nao suporto barulho de bocejo, mas pelo menos o bocejo acaba rápido, ja a respiração é continua, nossa eu sinto tanta raiva, as vezes acho q vou acabar sendo agressiva sem pensar, pq a sensação é de um ódio q vc vai perder o controle

    ResponderExcluir
  75. Gente eu também tenho misofonia não suporto perna balançando, pessoas chupando dente, quando a pessoa ficam batendo os dedos na mesa, barrulho de nariz trancado isso me deixa louca.

    ResponderExcluir
  76. Também tenho esses sintomas de
    irritar com quem come de boca aberta e beber líquido chupando isão que irrita muito o que fazer pra melhorar?

    ResponderExcluir